Search
Close this search box.

Ex-prefeito de NY lança desafio de 5 milhões de dólares às cidades da América Latina

Marcos Mendes Foto Divulgação

 

O empresário e ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg acaba de lançar um instigante desafio às prefeituras brasileiras: oferecer até 5 milhões de dólares para que coloquem em prática ideias capazes de melhorar a vida dos cidadãos.
 
Chamada de Mayors Challenge 2016, a iniciativa da Bloomberg Philanthropies foi lançada pela primeira vez em 2013 para premiar os melhores projetos de cidades americanas. No ano seguinte, foi a vez de as concorrentes europeias começarem a participar e, neste ano, as da América Latina.
 
Mais de 900 cidades em 20 países do continente estão aptas à disputa — o critério é que tenham mais de 100.000 habitantes. No Brasil, são 300 as possíveis candidatas. Aquelas que quiserem participar devem se cadastrar no site da premiação até 15 de março e manifestar seu interesse na disputa.
 
O processo continua em abril, com a inscrição da proposta a ser implantada. Em junho serão anunciados os finalistas, que participarão de um workshop global no mês seguinte e terão cerca de dois meses para entregar uma versão revista de suas propostas. O anúncio dos vencedores ocorrerá no final do ano, com prêmio em dinheiro para os cinco primeiros colocados. O grande vencedor leva 5 milhões de dólares e há mais quatro prêmios de 1 milhão de dólares cada um para os demais.
 
Diretrizes nortearão as propostas. A primeira é que se busque resolver uma questão social ou econômica grave, que prejudique o desenvolvimento da cidade. Em segundo lugar, devem tentar aprimorar os serviços de atendimento aos cidadãos. Terceiro, precisam criar eficiência, fazer com que a administração municipal trabalhe mais e de modo mais ágil. Por fim, devem incentivar o envolvimento da população e garantir a transparência administrativa.
 
Em entrevista ao blog Cidades Sem Fronteiras, James Anderson, diretor de Programas de Inovação de Governo da Bloomberg Philanthropies, falou mais sobre a iniciativa. Leia a seguir:
 
 
Prefeitos têm lidado com questões que costumavam ser apenas da alçada do governo federal?
 
Sem dúvida. Os prefeitos frequentemente são chamados à ação e assumem papéis em áreas que os governos federais falharam. Criam novas soluções com cidadãos e o setor privado e achamos que esse tipo de desenvolvimento urbano é muito interessante. No Mayors Challenge temos 300 cidades brasileiras que podem concorrer e esperamos que muitos prefeitos leiam esta entrevista. Queremos que esses prefeitos nos digam qual o maior problema que têm para resolver e trabalhem em conjunto com os cidadãos para desenvolver soluções.
 
Como as cidades ganharam tanta importância no cenário mundial?
 
Há muitas razões, mas a que mais tem a ver conosco é a que líderes locais estão perto do chão. Eles entendem o que está acontecendo, veem os problemas diariamente e podem fazer melhorias com relativa facilidade. Cidades são ambiente propício à inovação e acredito que estão muito bem posicionadas para criar novas soluções que façam diferença do dia a dia de seus habitantes. É disso que o Mayors Challenge trata.
 
Membros da sociedade podem participar também ou apenas prefeituras?
 
As ideias precisam ser apresentadas pelos governos locais, mas nossa experiência mostra que as melhores aparecem quando prefeitos e cidadãos se envolvem na formulação, quando empresários e sociedade civil ajudam a desenvolver. Esperamos ver muitos prefeitos trabalhando em conjunto com a população para desenvolver os projetos.
 

 
Artigo originalmente publicado no blog Cidades Sem Fronteiras
 

 

COMPARTILHE ESSE ARTIGO

Notícias Relacionadas